Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Antes de Entrar Aristóteles

Tudo se há-de passar como se estivéssemos no Liceu

Tudo se há-de passar como se estivéssemos no Liceu

Antes de Entrar Aristóteles

06
Out19

Declaração de voto

Da série cidadania activa

Ricardo Nobre

Esta manhã, como costume em dia de eleições, o autor de Antes de Entrar Aristóteles deslocou-se à sua assembleia de voto (sita na Escola Josefa de Óbidos, em Lisboa, em frente à sede do Conselho do Ministros) tendo em vista exercer o seu direito democrático na eleição da nova Assembleia da República.

Escola Josefa de Óbidos, antiga entrada (06/10/2019)

Mais informa que não perdeu tempo nenhum (embora se tenha enganado na mesa de voto porque o seu forte não são os números), não pagou nada nem ficou com dores. Vai, aliás, permitir-se agora um pequeno passeio na Tapada das Necessidades, recordando os bons momentos ali passados alguns anos antes.

Se a senhora e o senhor leitor está a ler isto em dia de eleições em vez de ir votar, obrigado por aceitar que eu escolha por si. Mas aviso que, embora faça separação de lixo, sou omnívoro.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Ricardo Nobre 06.10.2019

    Também serve! Ainda faltam muitas horas. Pelos corredores da escola circulavam muitos votantes (pelo menos em comparação com as eleições europeias), por isso espero que a quantidade dos que vão comer merda frita seja menor.
    E viva a democracia e o número gigantesco de opções!
  • Imagem de perfil

    Sarin 06.10.2019

    Viva!
  • comentar texto:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    título e imagem de cabeçalho

    O título deste blogue é uma expressão de Aquilino Ribeiro que ocorre na última frase do segundo volume de Luís de Camões: Fabuloso. Verdadeiro (Amadora: Bertrand, 1974; 1.ª ed. 1958), que se lê: «Tudo se há-de passar como se estivéssemos no Liceu antes de entrar Aristóteles.»
    No cabeçalho, pormenor da «Escola de Atenas» (Scuola di Atene), de Rafael Sanzio, terminada em 1511. A imagem foi retirada dos Wikipedia Commons e encontra-se sob domínio público.

    memória

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    classificados

    Procuro Vocabulário da Língua Portuguesa, de Francisco Rebelo Gonçalves (Coimbra Editora, 1966). Caso esteja interessado/a em vender-mo (a qualquer preço) ou se sabe onde o posso encontrar, agradeço o contacto.