Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Antes de Entrar Aristóteles

Tudo se há-de passar como se estivéssemos no Liceu

Tudo se há-de passar como se estivéssemos no Liceu

Antes de Entrar Aristóteles

03
Nov19

Os bonecos

Da série cada um veste o que quer, mas se é para ficar mal mais vale não usar.

Ricardo Nobre

A vida aqui na internet é palavra, imagem, som, movimento, bonecos, permitindo uma interacção e dinâmica que nenhum dos meios tradicionais admitia. Por isso, as rádios e os jornais tradicionais foram fazendo das plataformas online algo que saiu do seu meio (o som, a palavra, com algumas imagens). Mas agora os vídeos (todos têm opinião dada para uma câmara), os sons (todos têm podcasts), as imagens (todas as notícias têm uma fotografia de arquivo, usadas ad nauseam) têm de estar em todo o lado e até fica mal publicar um texto sem ilustração. Não diria que a palavra ficou a perder, mas a verdade é que a imagem cria ruído quando para ilustrar a notícia da agressão a bombeiros em Borba se usa uma fotografia da urgência do Hospital de Faro (ainda fui ler se poderiam ter sido transferidos para lá [!!], mas as vítimas foram atendidas em Estemoz) ou para se falar da fiscalização de elevadores (para pessoas) se usa uma fotografia dos elevadores dos livros da Biblioteca Nacional. Há uns tempos, uma notícia sobre o Hospital de Almada também era ilustrada pela entrada do Hospital de Faro.

A menos que se trate de algo que seja preciso ver ou que queiram mesmo mostrar (uma obra, um acidente, a cara de um ministro ou o rosto das vítimas da agressão), talvez não fosse mal pensado não ter pressa em publicar bonecos meramente ilustrativos.

5 comentários

comentar texto

título e imagem de cabeçalho

O título deste blogue é uma expressão de Aquilino Ribeiro que ocorre na última frase do segundo volume de Luís de Camões: Fabuloso. Verdadeiro (Amadora: Bertrand, 1974; 1.ª ed. 1958), que se lê: «Tudo se há-de passar como se estivéssemos no Liceu antes de entrar Aristóteles.»
No cabeçalho, pormenor da «Escola de Atenas» (Scuola di Atene), de Rafael Sanzio, terminada em 1511. A imagem foi retirada dos Wikipedia Commons e encontra-se sob domínio público.

memória

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

classificados

Procuro Vocabulário da Língua Portuguesa, de Francisco Rebelo Gonçalves (Coimbra Editora, 1966). Caso esteja interessado/a em vender-mo (a qualquer preço) ou se sabe onde o posso encontrar, agradeço o contacto.