Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Antes de Entrar Aristóteles

Tudo se há-de passar como se estivéssemos no Liceu

Tudo se há-de passar como se estivéssemos no Liceu

Antes de Entrar Aristóteles

15
Jul17

Quatro em seis

Ricardo Nobre

Duas semanas depois de o Público ter publicado no suplemento «Ípsilon» uma entrevista de José Riço Direitinho a David Machado, por ocasião do lançamento do romance Debaixo da Pele, a revista E de hoje publica a crítica ao livro, analisado por José Mário Silva. No «Ípsilon» de 23 de Junho, o livro recebia quatro estrelas; na E, todavia, apenas lhe são atribuídas três. Na mesma revista, suplemento do Expresso, Pedro Mexia recenseia os Últimos Poemas (atribuindo-lhe quatro estrelas), de José Miguel Silva, Luís M. Faria assina um texto crítico sobre Para Além da Crença, do nobilizado V. S. Naipaul, Sara Figueiredo Costa sobre Caderno da América Latina, de Eduardo Salavisa, e José Mário Silva sobre a banda desenhada Conversas com Putos, de Álvaro. A única classificação de cinco estrelas é de José Guardado Moreira a Viajante à Luz da Lua, do húngaro Antal Szerb.

Em síntese, dos seis livros recenseados, quatro são portugueses.

título e imagem de cabeçalho

O título deste blogue é uma expressão de Aquilino Ribeiro que ocorre na última frase do segundo volume de Luís de Camões: Fabuloso. Verdadeiro (Amadora: Bertrand, 1974; 1.ª ed. 1958), que se lê: «Tudo se há-de passar como se estivéssemos no Liceu antes de entrar Aristóteles.»
No cabeçalho, pormenor da «Escola de Atenas» (Scuola di Atene), de Rafael Sanzio, terminada em 1511. A imagem foi retirada dos Wikipedia Commons e encontra-se sob domínio público.

memória

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

classificados

Procuro Vocabulário da Língua Portuguesa, de Francisco Rebelo Gonçalves (Coimbra Editora, 1966). Caso esteja interessado/a em vender-mo (a qualquer preço) ou se sabe onde o posso encontrar, agradeço o contacto.